7 de setembro de 2015

Take Me Away | Para Aquele Sítio Feliz

Para aquele sítio feliz onde não havia preocupações. Se as havia, percebo agora que não eram nada. Afinal tudo é relativo, é mesmo. Problemas de outrora agora são piadas em comparação com tudo o que temos de enfrentar. As responsabilidades de ser adulto neste contexto. No meu contexto. No contexto da maioria. E não é ter medo das responsabilidades. É que elas são, de facto, pesadas, e não nos trazem assim tanto orgulho por tê-las e enfrentá-las todos os dias. Não nos sentimos assim tão felizes por termos de driblá-las e, na maioria das vezes, não conseguirmos ser bem sucedidos. E os anos passam e quanto mais passam menos corajosos ficamos. A idade traz sabedoria mas não traz mais coragem. Não estamos bem mas temos medo de ficar pior. Por isso, não largamos tudo para tentarmos procurar um caminho melhor. Quando ainda temos essa coragem e se nos desiludirmos, azar! Ainda há tempo para dar a volta e virar à esquerda porque a direita não deu certo. Mas é o medo. Não das responsabilidades mas de mudar. Quando o medo de mudar advém dos compromissos financeiros mensais. Quando o medo perdura por não querer falhar com alguém próximo de nós. Sentimo-nos presos. Sentimo-nos enjaulados. Sentimos a juventude a fugir-nos por entre os dedos. E não queremos. Não queremos perder a coragem. Não queremos ter medo. Medo de apostar em tudo aquilo de que gostamos e precisamos para reencontrar aquele sítio feliz dentro de nós. Queremos soltar as amarras ao que já não queremos mas que as responsabilidades e consciência nos prendem. E quando não nos desprendemos a tempo, como qualquer animal enjaulado, ou se definha ou se revolta. Sem volta. Nenhuma das opções é viável. Nenhuma opção que não seja positiva é viável. E não podemos esperar que alguém nos leve para aquele sítio feliz. Essa é outra responsabilidade que só nos cabe a nós.

Eu consegui. Tive coragem. Lutei contra o medo. Não sei se venci mas o tempo logo o dirá.


Imagem gentilmente cedida por @cato_ontravel

1 comentário:

  1. Excelente reflexão, Carina.
    Então, para quando um novo post.
    Bj

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...