22 de novembro de 2013

Wales | Visitar Cardiff


Ai de vocês que cheguem ao País de Gales (Wales) e digam que aquilo é Inglaterra. Pertence ao Reino Unido mas não é Inglaterra! E os galeses não gostam de ouvir isso. É como quando algum estrangeiro menos abastado de conhecimento diz que Portugal é Espanha. O sentimento é o mesmo. Temos de perceber o seguinte: o Reino Unido, é um reino unido, ou seja, um género de união política. Desta união, fazem parte 5 nações diferentes - Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte. E há tanta gente que pensa que no Reino Unido só se fala inglês. Para além do patriotismo e sentimento de união, o que mais me encantou em Wales foi o esforço que fazem para preservar a sua própria língua. Os miúdos na pré-primária começam a aprender o galês (welsh), nos locais menos urbanos facilmente encontra-se pessoas mais velhas a falar galês...mas o mais divertido foi andar em plena cidade de Cardiff a ler as placas. É obrigatório que todas as placas de informação e indicações incluam a mensagem em inglês e galês.


A minha primeira experiência no Reino Unido foi em Wales e não em Londres como quase toda a gente. Eu esclareço: não fui turistar a 100%. Dos 5 dias que lá passámos, turistei durante uma tarde. A minha missão foi fazer parte do casamento de uma grande amiga sendo uma das suas bridesmaids. Tão tipicamente anglosaxónico essa coisa das damas de honor! Bem, esta minha amiga emigrou com os pais quando tinha 15 anos. A adaptação foi difícil, numa idade igualmente difícil, mas tudo correu pelo melhor. A nossa amizade permaneceu intacta e estivemos sempre em contacto ao longo destes anos. Quando soube que ela ia casar fiquei muito feliz por ela. E o convite para ser uma das suas bridesmaids foi uma honra para mim. Éramos 5, vestidas e penteadas da mesma maneira. O noivo, que por sua vez tem os ushers, vestiram-se todos com um fato igual. É interessante presenciar casamentos com dinâmicas e rituais diferentes por estarem inseridos noutra cultura.

Resumindo a coisa, passei muito tempo no hotel onde os noivos se casaram. O hotel ficava em Caerphilly, um pouco afastado de Newport, e dormi lá 2 noites. No primeiro dia, fiquei no hotel com a noiva e as restantes bridesmaids para os ensaios e preparativos finais. Enquanto isso, o bom do Helder esteve a passear com o noivo por Newport e Cardiff durante o tempo que estivemos em ensaios, por isso, ele ficou a conhecer mais que eu. No segundo dia, foi o casamento. E no terceiro dia, só saímos de lá por volta do meio-dia. Depois do casamento, a nossa estadia passou a ser em Newport, na casa da minha amiga, foi só mais uma noite. Só nessa altura é que foi possível visitar Cardiff. Apanhámos o comboio em Newport e lá fomos nós guiados pela minha amiga e o marido. Já vos tinha dito que não há nada melhor do que conhecer uma cidade através dos olhos de um amigo que viva lá.

Por não ter conhecido a fundo a cidade, partilho a minha experiência em fotos. No entanto, podem ficar a saber o que visitar em Cardiff clicando aqui. Caso se questionem como fomos até Wales: a Easyjet tem ligação directa, não diária, com Bristol (Inglaterra) que fica a 30 minutos de carro de Newport (País de Gales) e um pouquinho mais até Cardiff. Assim, fomos de avião até Bristol e o marido da minha amiga foi buscar-nos ao outro lado da fronteira.





Dicas: Quando viajarem para o Reino Unido levem sempre um adaptador porque as tomadas são diferentes das nossas. Nem todos os hotéis disponibilizam adaptadores, por isso, mais vale prevenir. Quanto ao dinheiro não se esqueçam que por lá usam-se libras. Não é preciso stressar com o facto de fazer o câmbio no banco antes da viagem. Podem chegar ao aeroporto de destino e levantar dinheiro numa máquina multibanco porque vai dar praticamente ao mesmo em termos de taxas de câmbio.


Viagem: Maio 2011
Fotos: Carina Teixeira

1 comentário:

  1. Adorei as fotos! =)
    Beijinho *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...